ENVIOS GRÁTIS A PARTIR DE 40€

Tricalma Ef Mg, 400 Mg X 20 Comp Rev Ibuprofeno

5219969
em stock
Medicamentos sem receita, só serão enviados nos concelhos limítrofes da farmácia (Oliveira do bairro, mealhada, cantanhede, agueda e mortagua).
4.75€ (iva incluído)

Descrição


Tricalma EF 400mg é indicado em adultos no tratamento sintomático das seguintes situações:dores de intensidade ligeira a moderada (dor reumática e muscular, dores nas costas, nevralgia, enxaqueca, dor de cabeça, dor de dentes, dores menstruais), febre e sintomas de constipação e gripe. Substância ativa: 400mg de ibuprofeno. Posologia e modo de administração: A posologia é variável em função do doente, da sua idade e da sua situação clínica. A dose recomendada é de 1 comprimido, até 3 vezes por dia (1200 mg) com um intervalo mínimo de 6 a 8 horas. Não exceder a dose máxima diária de 3 comprimidos (1200 mg). Não usar doses superiores às recomendadas nem durante mais de 3 dias consecutivos, para a febre, a não ser por expressa indicação do médico. Não usar na dor durante mais de 7 dias, exceto se prescrito pelo médico, pois uma dor intensa e prolongada pode requerer avaliação e tratamento médico. Os efeitos indesejáveis podem ser minimizados através da utilização da dose efetiva mais baixa durante o menor período de tempo necessário para controlar os sintomas. Administração oral. Os comprimidos devem ser engolidos inteiros e com bastante líquido, de preferência após as refeições, para melhorar a tolerabilidade do medicamento e reduzir a probabilidade de problemas gastrointestinais. Não ingerir bebidas alcoólicas durante o tratamento. Contraindicações: Hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes. História de reações de hipersensibilidade (ex. broncospasmo, asma, rinite, angioedema ou urticária) associada à toma de ácido acetilsalicílico ou de outros medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs). Distúrbios não clarificados da formação sanguínea. Úlcera péptica/hemorragias ativas ou história de úlcera péptica/hemorragia recorrente ou existente (dois ou mais episódios distintos de ulceração ou hemorragia comprovados). Antecedentes de hemorragia ou perfuração gastrointestinal, relacionada com terapêutica anterior com AINEs. Hemorragia cerebrovascular ou outra hemorragia ativa. Insuficiência cardíaca grave (classe IV da NYHA) Insuficiência hepática grave ou Insuficiência renal grave. Terceiro trimestre de gravidez. Doentes com desidratação grave (causada por vómitos, diarreia ou ingestão de líquidos insuficiente). Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.

Mais vendidos

Recomendado para si

Mais vistos