ENVIOS GRÁTIS A PARTIR DE 40€

Descrição


Imocalm Loperamida 2mg está indicado no tratamento sintomático das diarreias agudas e crónicas. Substâncias ativas: 2mg de cloridrato de loperamida. A loperamida liga-se aos recetores opiáceos da parede intestinal. Consequentemente, inibe a libertação de acetilcolina e de prostaglandinas, e deste modo, reduz o peristaltismo propulsivo, aumentando o tempo de trânsito intestinal. A loperamida aumenta o tónus do esfíncter anal, reduzindo a incontinência. Devido à sua elevada afinidade para a parede intestinal e considerável metabolismo de primeira passagem, a loperamida praticamente não atinge a circulação sistémica. Posologia e modo de administração: Adultos e crianças com mais de 6 anos de idade: Diarreia aguda: a dose inicial é de 2 comprimidos para os adultos e de 1 comprimido para as crianças, seguida de 1 comprimido após cada dejeção diarreica. Diarreia crónica: a dose inicial é de 2 comprimidos por dia para os adultos e de 1 comprimido por dia para as crianças, esta dose deve ser adaptada até se obter 1-2 dejeções sólidas por dia, o que geralmente é possível com uma dose de manutenção de 1 a 6 comprimidos por dia. A dose máxima, para as diarreias agudas e crónicas é de 8 comprimidos por dia, para os adultos, nas crianças a dose máxima diária deve estar relacionada com o peso (3 comprimidos/20 kg). Os comprimidos orodispersíveis devem colocar-se na língua. O comprimido dissolve-se, sendo de seguida deglutido com a saliva. Não é necessária a ingestão de qualquer líquido para a sua toma. Contraindicações: Hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes. Não deve ser administrado como tratamento primário em doentes com disenteria aguda, que é caracterizada por febre elevada e sangue nas fezes, em doentes com colite ulcerosa aguda, em doentes com enterocolite bacteriana causada por microrganismos invasivos incluindo Salmonela, Shigella e Campylobacter, em doentes com colite pseudomembranosa associada com o uso de antibióticos de largo espectro. Em geral, não deve ser administrado quando for necessário evitar a inibição do peristaltismo devido ao possível risco de sequelas significativas incluindo íleus, megacólon e megacólon tóxico. Deve ser interrompido rapidamente quando surgir obstipação, distensão abdominal ou desenvolvimento de íleus. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.

Características

Categoria: Diarreia e hidratação oral

Mais vendidos

Recomendado para si

Mais vistos